domingo, 26 de junho de 2011

Pensei fazer-te um poema

 Pensei fazer-te um poema
Horas e horas pensando o que dizer,
As palavras de mim fogem,
Não sei o que fazer.
Uma força estranha me impulsiona e neutraliza
Rimas bobas surgem a todo instante,
Coisas tolas como:  botão e camisa.
Então se vê o poeta desarmado.
Surpreendido pelo sentimento que tanto descreve,
Decide-se deixar as rimas de lado.
Falemos então de sentimentos.
Nos seus olhos vi tudo àquilo que poucos até hoje puderam enxergar.
O seu pedido de socorro ecoava em gritos dentro de mim, e toda aquela fragilidade me fez sentir vontade de te guardar dentro do meu peito, até que os ventos deixassem de soprar forte em ti.
O desejo de te cuidar foi maior do que a certeza dos riscos que eu passava a correr daquele momento em diante. E de repente me vi assim... Refém... Apenas refém.
Toda audácia e boemia do poeta se perderam em algum canto da história, que eu sequer sei dizer onde foi.
Esses olhinhos verdes, curiosos, tristes e inseguros começaram a tomar conta dos meus sonhos. E o que pra você era uma aventura, para mim era uma entrega inexplicável, a qual costumo nomear: LOUCURA.
No teu corpo encontro o complemento do meu. O teu beijo faz meu beijo parecer mais beijo. Nos teus braços eu encontro o meu ninho e tua presença faz aumentar cada vez mais, o medo da tua ausência.
Não sei se nossos dias serão infinitos.
Mas infinitas serão as lembranças de cada instante que passamos juntos.
Tens o dom de me fazer sentir tão potente quanto impotente.
Faz-me sentir um misto de coragem e medo, frio e calor, sorriso e tristeza, alegria e dor.
As rédeas estão em suas mãos, pois sempre que vejo esses olhinhos cheios de lágrimas, perco o controle da situação.
Pensei fazer-te um poema, mas descobri que minha melhor poesia,
É FAZER AMOR COM VOCÊ.


by:        A.P.

Saudações, minha pequena grande gênia : Mari Bentes

E se faltarem palavras a serem ditas;
Que fale mais alto a voz do coração.
E se sorrisos forem frustrados;
Que se levante a cabeça e fale com a voz da razão.
E se sonhos se recusam a sorrir;
Que possamos estar buscando outras artes perdidas tão longe e tão perto!


Que todos possamos estar nos recusando a frustrar a dádiva permitida a nós...

A dádiva de viver a vida (...)
                                                 

                                        by:        Mariana Bentes


 
E o tempo passa; ...
Quando você percebe tudo mudou.
Aquelas pessoas que ontem eram sua vida, hoje se fazem tão estranhas perante você;
E tudo vai ficando anestesiado, vai adormecendo, vai escapando como água por entre os dedos.

Você refulgia tudo que restou no mais profundo do coração;
E lembra e relembra...
Pra não correr o risco de esquecer.
Mas como esquecer o que foi inesquecível pra você?!


Éh, ... às vezes sentimentos não são iguais pra todos; mas...
Nem faz diferença;
O que importa é o que sentimos!


by:   Mariana Bentes

Talvez

Talvez eu passe o resto dos meus dias escrevendo.                                   
Talvez o resto dos meus dias seja tempo demais...
Talvez pareça uma eternidade.
Talvez passe tão depressa que
não dê tempo de olhar para traz.
Talvez o meu "talvez" soe com muita incerteza.
Éh! ... Talvez esta incerteza seja minha única certeza!


by: A.P.