domingo, 13 de fevereiro de 2011

Por Mariana Bentes MC/GO

Dizer que sou sua fã,é muito pouco.
Que amo; já esta cansada de saber.
Que viajo em suas escritas; repito quase todos os dias.
Então, devo resumir dizendo que é um prazer poder partilhar da sua arte, e 
que você é um pedaço de mim.                                  
Como é bom experimentar das suas experiências.
Saudações, menina poeta!
Boooraaa láaa!


.....


Eu busquei ser feliz em tantas coisas...
E por tantas acabei em lágrimas nas noites de decepções.
Me perdi em minhas verdades e mergulhei na traição de minhas dúvidas...
EU SÓ QUERIA SER FELIZ!
Hoje percebi onde errei.
Levantei a cabeça;
Enxuguei as lágrimas, e
Resolvi viver a felicidade que existe dentro de cada um de nós.
Não preciso viver me martirizando pelo que ficou lá atrás; pois tudo que á mim pertence, trago aqui juntinho comigo.
Descobri que é preciso ambicionar a felicidade e não apenas deseja-la.
Pois, o desejo é fraco e desiste na primeira frustração. Porem, a ambição se fortalece de cada decepção.
Estarei sempre querendo mais;
No entanto, temos o necessário para ser feliz sempre...
Não quero mas ficar me lamentando pelo acaso do destino...
Eu percebi que NÃO é preciso aceitar as coisas como são...
Mas simplesmente ter a OUSADIA de transforma-las de um jeito que nos agrade.



Entre pensamentos incertos, comecei outra vez;
Na incerteza de que essa será a vez certa.
Eu clamei tão silenciosamente,
Na esperança fraca de que nada muda...
Eu gritei tão desesperadamente,
Na certeza fraca de um nada surdo, mudo... INTOCÁVEL.
Mas tinha alguém láh;
Sempre tem (...)


By: Mariana Bentes