sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Coisa coisada...( só para descontrair um cadinho)

Tem gente que se enfeita...
Tem gente que se ajeita...
Tem gente que coisa tanta coisa no rosto,                                
que chega a ficar coisado!
Coisa de gente doida; imagino!
Tem gente que coisa tanto, que chego a temer tomar uma chuva do lado dessa gente.
Imagine quanta coisa pode acontecer quando a água bater nesses rostos coisados?
E quem se submete a dar uma carona pra essa gente coisada, depois de uma chuva?
Hã! Eu não!
"Vou la saber" se toda aquela coisa borrada é a mesma coisa enfeitada que vi antes da água cair.
Ai ai! Lembro ainda quando eu era criança, mamãe me levava em um lugar onde a cobertura era toda colorida.
Tinha uns caras lá que também eram todos coisados. Era bem engraçado!
Mas não me lembro de ter visto eles com o rosto coisado andando pelas ruas.
Outro dia; agora que já sou gente grande... Estava andando por uns bares bem badalados aí.
Daí comecei a reparar que tinha um tantão de gente que me fizeram lembrar aquele tempo que a mamãe me levava para ver os caras de rosto coisado.
Fiquei me perguntando: O que será que tem de tão errado com aquele rosto, a ponto de estar tão bem escondido por essas coisas?
Hummm! Sinistro!
Acho que é melhor nem querer saber!
Ah! Preciso comentar uma coisa.
Outro dia, que não foi o mesmo dia dos bares; vi uma menina com a bochecha tão vermelha, mas tão vermelha... Que não pude me conter.
Fui perguntar à ela o porque ela estava tão envergonhada.
Hahahaha! Vocês precisavam ver a cara que ela fez!
Ela disse: _Não estou envergonhada! Por que pensa isso?
Eu tomei do mais profundo silêncio, dei um sorriso todo bobo e fui saindo de fininho.
Logo comentei com um amigo, néh?
Este não se conteve e caiu na gargalhada; e disse: _ É blush! hahahahaha!
Ai ai ai.... Fazer isso com um inimigo e obrigá-lo a sair pelas ruas desse jeito, eu até entenderia.
Mas... Consigo mesmo? Não! ... Não vejo justificativa para tal ato!
Bem, nem quero comentar o resto das coisas que já vi por aí.
Vou encerrar dizendo que é muito bom ver uma pessoa bem cuidada, cheirosa, arrumada e talz. Mas o excesso esconde a essência; e tudo que é demais, sobra.
Existem traços, marcas e detalhes que fazem toda diferença em cada ser.
Cuidado para não coisar demais.
Porque coisa muita coisada, é coisa feia de se ver!

by:
A.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário